• banner-41.jpg
  • banner-42.jpg
  • banner-461.jpg
  • banner-30.jpg
  • banner-37.jpg
  • banner-31.jpg
  • banner-45.jpg
  • banner-35.jpg
  • banner-44.jpg
  • banner-47.jpg
  • banner-36.jpg
  • banner-33.jpg
  • banner-40.jpg
  • banner-43.jpg
  • banner-26.jpg
  • banner-38.jpg
  • banner-39.jpg
Revista Tudo
Áustria, terra dos bailes, valsas e vinhos

No coração da Europa, o país reúne muita cultura, história, diversão e beleza

 A começar pela capital, Viena é uma das cidades europeias que mais cultiva o passado, terra da dinastia Strauss, dos mestres da valsa. Tradições como o concerto de ano novo e bailes de gala, fazem da Orquestra de Viena uma das mais famosas no mundo. Em meio a muito luxo, o repertório apresentado no concerto de ano novo geralmente é composto pelas mais conhecidas dos grandes mestres, como Beethoven, Mozart, Strauss e Haydn. Os vestidos e figurinos muitas vezes nos remetem a um tempo que já passou, há mais de 150 anos, tal é também a idade de muitas das obras apresentadas.

Viajar para Viena é assim,  viver em um passado distante, sentir na pele a época de muito luxo das famílias imperiais. Habsburgo foi uma das famílias mais importantes e influentes da história da Europa do século XIII aos XX. Até hoje a Casa de Habsburgo, também conhecida por Casa da Áustria abre seus salões imperiais aos habitantes da cidade. A alfaiataria que fabricava algumas das casacas do império ainda está em atividade sob a tutela da mesma família. As lojinhas dos produtores das luminárias de cristal e pratarias também. A Staatsoper, a magnífica casa de ópera, é frequentada massivamente pelos vienenses.

Ao conhecer a cidade, impossível deixar de fora passeios como alguns de seus museus. Para entrar em contato com obras de Vermeer, Brueghel, Velásquez e Rafael, vale a pena tirar um tempo para visitar o Kunsthistorisches Museum. Outras atrações importantes são os palácios de Schönbrunn e Hofburg, com grandes salões decorados.

 
O paciente determina o resultado da sua cirurgia???


 Muitas pessoas acham que são máquinas e, ao se submeterem a um procedimento cirúrgico, o resultado será determinado exclusivamente pelo cirurgião e pela qualidade dos produtos, equipamentos e instrumentais utilizados. Como seria bom!!!

O corpo humano é um ser vivo influenciado pelo ambiente e interage com microorganismos todo o tempo. Por este motivo, o sucesso de uma cirurgia é determinado por três fatores: 1. A capacidade do corpo de reagir ao trauma cirúrgico, 2. A qualidade do cirurgião e materiais utilizados e três. Os cuidados do paciente após a cirurgia.

Sem dúvida, o cirurgião influenciará em todos os fatores. É obrigação do médico avaliar a condição clínica do paciente e propor uma cirurgia adequada a ele, influenciar na redução de fatores de risco (como parar tabagismo ou uso de anticoncepcionais), determinar os locais apropriados para o procedimento e orientar (inclusive por escrito) os cuidados pós-operatórios que deverão ocorrer. Entretanto, o paciente fará a maior interferência em todo o processo. Involuntariamente, pode haver a presença de alterações da cicatrização como o queloide ou as deficiências de fibras colágenas, que podem não ser evidentes até aquele momento. Mas o paciente será o protagonista da história em dois momentos: na escolha do cirurgião e nos cuidados após a cirurgia. Nos casos de procedimentos estéticos, existe o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica no qual toda a população pode consultar o cadastro de todos os cirurgiões plásticos habilitados no Brasil.

 
Conheça a cidade caminhando

A prática da cidadania, ecologia e saúde


A caminhada é uma atividade saudável que faz bem para todos. Mas nem sempre é preciso encara-la como uma coisa que tem hora para começar e acabar. É possível caminhar para ir e vir dos lugares, muitas vezes deixando o carro em casa e ainda contribuir para a sustentabilidade do planeta. Além disso, andando a pé você tem uma outra visão da sua cidade, do seu bairro, interagindo com o que ocorre nas ruas de uma forma bem diferente do que quando se está de carro.

O nome desta atividade é pedestrianismo, prática que  pode ser encarada como uma forma de auxiliar as pessoas à driblar o estresse e o sedentarismo, além de incentivar o respeito ao meio ambiente. Para o ortopedista Fabio Ravaglia, “Nas grandes cidades, os congestionamentos, a poluição e o estresse estão fazendo com que as pessoas repensem a mobilidade urbana. Em São Paulo, para chegar ao trabalho uma pessoa gasta em média duas horas no trânsito e pouco mais do que isso para voltar para casa.”


 

Online Agora

Nós temos 23 visitantes online

Indique !

Login Form